responsive site building software

DICAS SOBRE NORONHA 

Home/Noronha/Dicas

Fernando de Noronha é o destino mais desejado pelos brasileiros, segundo a pesquisa de demanda turística nacional realizada anualmente pelo Ministério do Turismo. A exuberância da natureza é tanta que há muito o que dizer sobre este paraíso. E, mesmo que mereça uma lista infinita de dicas, comentários, fotos e posts, aqui vai uma seleção para ajudar você a curtir sua viagem espetacular para Esmeralda do Atlântico.

Principais Dicas sobre Fernando de Noronha

Preparando uma viagem para Fernando de Noronha? Aqui tem tudo todas as dicas básicas para você planejar uma viagem perfeita 

Nas caminhadas, trilhas e passeios é aconselhável usar um calçado adequado (sandálias com velcro ou tênis).


Sempre usar roupas leves, protetor solar e chapéu. Levar água e um pouco de dinheiro também é bom.


Se for visitar algum lugar sem o acompanhamento de um guia, informe-se antes se o acesso àquele lugar é permitido. Especialmente dentro do Parque Marinho.

Sempre que for à praia leve máscara e respirador, pois pode surgir um mergulho rápido. A água é quente o ano todo (em torno de 24º C) e limpa (visibilidade superior a 30 metros exceto nos meses de janeiro e fevereiro), sem contar com a fauna marinha na região.


O fornecimento de energia elétrica da ilha é 220v. Pedimos encarecidamente que utilizem água potável de maneira racionada e com bom senso evitando disperdícios.

Há uma agência do Banco Santander, Banco Postal (BRADESCO em convênio com os Correios ECT) e terminal eletrônico da Caixa Econômica Federal num supermercado (Poty) da Ilha, além disso, é raro que se aceitem cartões de crédito, é difícil trocarem grandes somas de moeda estrangeira. Por isso é bom levar dinheiro. 


O fuso horário de Fernando de Noronha é uma hora a mais em relação à hora de Brasília. 

Clima em Noronha

O clima em Fernando de Noronha é maravilhoso, pois apenas ocorrem chuvas no período de março a agosto. A temperatura média é de 28º. Conheça o gráfico onde mostra com detalhes o período chuvoso.

Clima em Fernando de Noronha

Como Chegar em Fernando de Noronha

Existem voos diários para Noronha, com saídas por Recife e Natal.
Há duas linhas aéreas que fazem o percurso para Noronha, AZUL Linhas Aéreas e a GOL. Se você está em outro estado é necessário pegar um voo da sua cidade (sugestão: troque suas milhas) para uma dessas duas capitais e depois é só embarcar em nosso pacote rumo a Ilha de de Fernando de Noronha.

Como chegar em Fernando de Noronha

Quando viajar para Noronha?

Fernando de Noronha pode ser visitada durante o ano todo. Para quem quer mergulhar, setembro e outubro são os meses mais indicados, quando o mar de dentro fica mais calmo e você tem visibilidade de 50 metros em baixo da água. Já para os surfistas, em janeiro as águas se agitam e levantam boas ondas. Em julho e de dezembro a fevereiro, o movimento na ilha é bem maior, faça a reserva com bastante antecedência.

Quando viajar para Noronha

Hospedagem em Noronha

Existem diversos tipos de pousadas em Noronha, desde pensões a pousadas de maior conforto. Há também um hotel. Lembre-se que é proibido acampar na ilha.

Hospedagem em Noronha

O que levar na Bolsa? 

O clima é tropical e a água quente, por isso não esqueça de levar roupas leves, protetores solares, filmes, sandálias ou tênis para caminhadas, e colírios. O ainda precário transporte de mercadorias do continente para a ilha aumenta consideravelmente o valor dos produtos.

Outra dica: leve máscara de mergulho.

Cartões aceitos na ilha:

VISA -
Hiper Card -
Master Card -
Dinners -

O que levar para Noronha

Dicas de Surf em Noronha

A melhor época para o surf é nos meses de janeiro e fevereiro.
Fernando de Noronha é especial para praticantes de surf e bodyboard. Há dias em que se formam as ondas mais tubulares do Brasil, o que faz de Noronha uma versão brasileira do Havaí.

Melhores Pontos em Noronha
Cacimba do Padre -
Lage do Bode -
Boldró -

Dicas de Surf em Fernando de Noronha

O que fazer em Fernando de Noronha?

Pode-se alugar bugues e motos por 24 horas, desde que se tenha documentação regular para dirigir. Esporadicamente a polícia militar faz blitz nas estradas para averiguar situação dos veículos e a documentação dos condutores. Na maioria das vezes os veículos alugados não são entregues com combustível, onde o locatário deve se dirigir imediatamente ao posto para abastecer. Quem preferir pode alugar apenas até o pôr-do-sol, só que nesse caso o aluguel é feito com motorista e o combustível nesse caso já está incluso. 

Caminhadas por trilhas no Parque Marinho são promovidas sob orientação e fiscalização do IBAMA, com visitas às: Ruínas do Forte dos Remédios, construção holandesa (séc. XVII), mirantes do Bolero, Caracas, Leão e Raquel. 


Caminhada Praia do Atalaia/Pedra Alta:

É uma trilha curta. É um verdadeiro aquário natural, onde pode-se mergulhar e curtir a variedade de fauna marinha. Segue até a Pedra Alta, de onde a vista é panorâmica e privilegiada.


Caminhada Histórica em Noronha:

A caminhada começa na Vila de Nossa Senhora dos Remédios, vai até o Palácio São Miguel, ruínas de antigos presídios e Igreja de Nossa Sra dos Remédios, passando por 3 belas praias.


Caminhada Praia da Conceição/Mirante dos Golfinhos:

Trilha que se inicia na Praia do Cachorro, percorrendo as praias do Meio, Conceição e Boldró. Continuando pelas praias do Americano, do Bode e Cacimba do Padre, ótimas para surfar, segue-se por trilha até a Baía dos Porcos, lugar perfeito para mergulho livre. Continua-se por bela trilha até a enseada da praia do Sancho. No final, uma pequena trilha nos leva até o mirante dos Golfinhos.


Caminhada da Pontinha:

Dedicada às pessoas com ótimo preparo físico. Caminhada por pedras junto ao mar de fora, passando pela Enseada das Caeiras até a Pontinha. Não há possibilidade de mergulho neste lado da Ilha. O visual compensa qualquer esforço. 


Caminhada Mirante dos Golfinhos/Praia Cacimba do Padre:

Por uma pequena trilha conseguimos chegar ao Mirante dos Golfinhos. Lá apreciamos os golfinhos em seu habitat natural. Seguindo por trilhas fáceis, chegamos à Baía dos Porcos, bela enseada com piscinas naturais nas pedras escuras. Lugar perfeito para mergulho livre.


Caminhada para a Praia do Leão/Caracas/Praia do Sueste:

Passeio por trilhas de fácil acesso até a bela Praia do Leão, onde ocorre a desova das tartarugas marinhas. Segue-se até o mirante da Ponta das Caracas e, por fim, parada para mergulho livre na Baía do Sueste, onde poderemos ver muitas tartarugas marinhas.


Trilha da Capim Açu:

Caminhada de grande dificuldade dentro do Parque Nacional acompanhada de guias do IBAMA. Nesta trilha pode ser observada a vegetação nativa da ilha. Parada em mirante e faróis e visita à Gruta do Capim Açu.

RECEBA NOSSAS PROMOÇÕES

Fique por dentro das novidade e receba tudo no seu e-mail

Mergulho Noronha

Para os mergulhadores amadores, a Baía do Sueste é a mais protegida do arquipélago e apresenta diversos ambientes subaquáticos a uma profundidade de 5 metros. É ideal para o mergulho livre, é repleta de corais de fogo e peixes coloridos;
Mergulho Autônomo Mar de Fora: lado virado para o oceano aberto. Indicado para quem vai descer mais de 30m de profundidade, o que exige paradas para descompressão ou mistura de outros gases além do oxigênio.

De Março a Maio é a pior época para mergulhar costuma chover muito e o mar não está tão transparente. Os outros meses são perfeitos para prática. 

Mergulho em Fernando de Noronha

Dicas de Segurança em Noronha

Preparamos algumas dicas sobre como os turistas devem se comportar para aumentar a sua segurança na ilha.

- Utilizar a passarela para caminhar na BR 363;

- Não praticar atividades na ilha desacompanhado(a);

- Evitar se aproximar demais das encostas nos mirantes;

- Beber bastante água e usar um boné durante os passeios;

- Durante as trilhas recomenda-se usar tênis ou sandálias que prendam no calcanhar;

- Observar as Leis do Parque Nacional antes de realizar atividades por conta própria, evitando assim problemas com a fiscalização;

- É proibido acampar em Fernando de Noronha;

- É crime catar conchinha;

- Usar coletes salva-vidas sempre que entrar no mar. Lembre-se de que você está em alto mar sujeito a correntes marinhas;

REDES SOCIAIS